A Lapa e os lapeanos


Um passeio ao bairro da Lapa é como uma aula de história sobre a cidade de São Paulo.

A então Fazendinha da Lapa já existia no século XVII, quando São Paulo começava a ser povoada. Mas a área logo mostrou potencial urbano e as pequenas propriedades rurais foram loteadas aos imigrantes italianos, que até hoje marcam forte presença no bairro. Muitas ruas foram batizadas com nomes ligados à Itália, como Roma, Faustolo, Coriolano e Scipião.

A construção das marginais e da rodovia Anhanguera, nos anos 50, transformou a Lapa em um grande pólo comercial. Foi nessa mesma época, em 1954, que foi construído o famoso Mercado da Lapa. Sempre vale a pena andar pelos corredores e ver a mistura de sotaques e sabores de diversos lugares do Brasil e do mundo.

Hoje, prédios antigos, como o Mercado e a sede da Sociedade União Fraterna, na Rua Guaicurus, um dos cenários do filme Chega de Saudade, dividem o bairro com espaços contemporâneos – a Estação Ciência e o Tendal da Lapa são dois exemplos. Por isso, a Lapa é um dos bairros mais representativos da cidade, com excelente infraestrutura urbana, esportiva e cultural.

Mas a característica mais marcante do bairro está nos lapeanos, que são conhecidos pela amizade, solidariedade e pelo amor à Lapa. Com a história muito ligada à identificação regional e aos movimentos comunitários, a Lapa tem em seus moradores seu maior patrimônio.

Talvez a origem desse forte sentimento de comunidade lapeano tenha surgido ainda na época da imigração italiana, que dominou o bairro e trouxe com ela sua tradição. Também influenciou a Lapa o período da ditadura militar, quando o bairro foi cenário de fatos históricos, em que a população mostrava seu engajamento na política nacional, mas também lutava por melhores condições no bairro.

A Lapa ainda enfrenta alguns problemas. Mas o bairro é um exemplo de como o poder público pode conseguir resultados muito melhores quando trabalha em conjunto com a população local. A participação dos lapeanos nos diagnósticos e nas ações feitas no bairro foram fundamentais para que a região se tornasse um dos melhores lugares para morar em São Paulo.