Aumento de quadros do Executivo para a Controladoria


Leia o que disse o vereador Andrea Matarazzo sobre o projeto que prevê aumento de quadros do Executivo para a Controladoria.

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Vereadores, boa tarde.

Eu queria, em primeiro lugar, relatar que hoje, pela manhã, tivemos uma reunião a respeito do projeto de aumento de quadros do Executivo para a Controladoria e a Secretaria de Planejamento.

Fizemos reunião com a Secretária do Planejamento, Professora Leda Paulani, que nos deu as explicações necessárias para a compreensão do por que do aumento de 500 profissionais de administração, numa nova carreira na Secretaria do Planejamento.

A Secretária respondeu todas as perguntas que fizemos, inclusive com relação à idade média do funcionalismo da Prefeitura, com relação a quantos funcionários se aposentaram no ano passado e entendemos ser plausível estudar o número determinado de novos concursados.

A Bancada do PSDB está analisando os números finais da mesma forma que fez em relação aos funcionários da Controladoria, que o PSDB entende que são necessários, que a Controladoria é importante e que o número, reduzindo-se de 300 para 100 funcionários, o PSDB está de acordo. Estamos agora analisando com mais detalhes as informações prestadas pela Secretária Leda Paulani com relação àqueles profissionais administradores da nova carreira para tomarmos uma decisão. Quero apenas deixar claro que, efetivamente, a Secretária trouxe explicações bastante detalhadas e nos expôs de forma bastante competente.

Por outro lado, fomos surpreendidos hoje pela manhã pela notícia de que a Prefeitura resolveu o problema das creches de São Paulo. E sabem como a Prefeitura resolveu o problema de vagas nas creches? Mudando a idade dos alunos, ou seja, as creches agora podem ter alunos com fraldas e sem fraldas na mesma classe. No entanto, faltam os fraldários e os profissionais adequados para atender essas crianças. Ou seja, é mais um improviso, mais uma medida tomada casuisticamente para gerar fato na imprensa. Só que o fato gerado foi negativo, até porque o jornalista também analisou a questão e percebeu que a medida nada mais é do que maquiagem irresponsável dos números. Os que neste plenário têm filhos sabem bem que não se pode misturar determinadas idades, e profissionais que estão aptos a cuidar de crianças de 3 anos de idade não estão aptos a cuidar de crianças de 6 anos de idade, e vice-versa. Portanto, fica o protesto do PSDB com relação a mais esse improviso, mais esse casuísmo irresponsável da Prefeitura de São Paulo.

Também tivemos ontem mais uma tarde de chuvas. Mesmo com o aquecimento global, o verão continua acontecendo no verão; o inverno, no inverno, e assim por diante. Ou seja, por muitos e muitos anos nesse período de janeiro a março é normal que chuvas caiam na cidade de São Paulo – se não me engano, desde Anchieta – e que alguns lugares alaguem. Parece-me que, nesses últimos dois anos, a Prefeitura não percebeu a necessidade de limpar bueiros, desobstruir galerias, limpar córregos e fazer operações cata bagulho. Nunca mais se ouviu falar da Operação Cata Bagulho em São Paulo. O resultado dessa omissão da Prefeitura é a Avenida Paulista alagada – o topo do morro, imaginem! -, o Minhocão alagado, o Elevado Costa e Silva alagado e tantas outras avenidas, além de mais uma vítima fatal por causa da queda de uma árvore.

Era o que eu tinha a dizer, Sr. Presidente. Muito obrigado.