img

Biografia

Andrea Matarazzo é um paulistano com longo histórico de serviços prestados à causa pública. Em 2012, foi eleito vereador da cidade de São Paulo com 117.617 votos. Já foi subprefeito, secretário de Serviços, de Subprefeituras, secretário de Estado de Energia, da Cultura, ministro de Comunicação e Embaixador do Brasil na Itália.

Vereador na Câmara Municipal de São Paulo, foi líder da bancada do PSDB até se filiar ao PSD, em março de 2016. Desde 2013, aprovou 20 leis municipais, entre elas: pro-Mac, que aumenta o incentivo a projetos culturais por meio de isenção fiscal na capital (e substitui a Lei Mendonça); a lei que regula a comida de rua; lei que agiliza serviços de poda de árvore na capital; isenção de IPTU para teatros; lei que desburocratiza instalação de creches na periferia etc.

Como Secretário de Estado da Cultura, trabalhou para democratizar e levar a cultura ao interior, promovendo espetáculos gratuitos ou a preços populares – com o Circuito Cultural Paulista e apresentações da OSESP – e valorizando as expressões culturais locais por meio de programas como Fábricas de Cultura e Revelando São Paulo.

Como secretário das Subprefeituras, entre outras ações, coordenou a reforma da Av. Paulista, tornando-a mais segura e acessível e trazendo à tona a questão da acessibilidade urbana, até então ignorada. Idealizou a criação do Parque do Povo e foi um dos responsáveis pela Virada Cultural – evento que já se integrou ao calendário de São Paulo. Também foi o responsável pela implementação da lei Cidade Limpa, que retirou outdoors e despoluiu a paisagem da capital. Como subprefeito da Sé, cuidou, entre outros projetos, da revitalização do Centro de São Paulo e das operações de combate ao tráfico na região. Na secretaria de Serviços, esteve à frente da limpeza pública na capital; do serviços de iluminação e do Serviço Funerário.Esses são alguns projetos que, de uma forma ou de outra, transformaram a cidade.

À época, ficou conhecido como “O Xerife da Cidade” (capa de Veja São Paulo, 15/01/2008), não só por sua atuação firme no combate ao comércio ilegal e na preservação do espaço público, mas também pelo cuidado com as questões do dia a dia da cidade (como por exemplo, os serviços de iluminação, limpeza, asfalto etc.). Prefere ser lembrado por sua luta por uma cidade mais solidária e amiga de seus moradores:

“Sempre digo que as pessoas precisam se apropriar da cidade, usar seus espaços públicos e aproveitar o que ela tem de bom. A relação entre o cidadão e a cidade precisa ficar mais próxima, mais íntima. E o governo tem um papel importante nesse processo. Programas culturais, esportivos e os espaços de lazer que promovam essa integração são decisivos.” – Andrea Matarazzo

Cargos e datas:

  • Secretário de Cultura (2010- 2012)
  • Secretário de Coordenação das Subprefeituras de São Paulo (2007-2009)
  • Subprefeito da Sé (2005/2007)
  • Secretário municipal de Serviços de 2005 a 2006.
  • Embaixador do Brasil na Itália (2001/2002)
  • Ministro-Chefe da Secretaria de Comunicação de Governo da Presidência da República (1999/2001).
  • Secretário de Energia do Governo do Estado de São Paulo (1998),
  • Presidente da Companhia Energética de São Paulo – CESP (1995/1998)
  • Secretário de Política Industrial do Ministério da Indústria, do Comércio e do Turismo (1992/1993)
  • Assessor Especial do Ministério da Educação e Cultura (1991/1992)