Dia Mundial Sem Carro


O Ibope publicou uma pesquisa sobre mobilidade urbana em São Paulo que apontou dados interessantes para a criação de políticas públicas para a cidade. 
Entre as informações coletadas consta que 38% das pessoas entrevistas gasta de 2 a 4 horas por dia no trânsito.

Mobilidade Urbana em São Paulo

Segundo o Ibope:
38% dos paulistanos gastam de 2 a 4 horas por dia no trânsito
21% levam de 2 a 4 horas apenas no trajeto casa-trabalho-casa
69% dos entrevistados considera o trânsito ruim ou péssimo

 

52% dos entrevistados em 2013 possui carro 
25% usa o carro quase todos os dias ou todos os dias
79% deixariam o carro em casa para usar o transporte público caso ele melhore.

Em 2009 a porcentagem de pessoas que tinham automóvel de passeio era de 32%. Hoje é de 75%, um total de mais de 2,3 milhões de carros.

O que faria as pessoas utilizarem o ônibus:

25% diminuição do tempo de espera
23% melhoria nas condições físicas dos ônibus/mais conforto
14% Mais linhas de ônibus, que cubram percursos que não cobrem atualmente
13% Diminuição do preço da passagem

O excesso de horas perdidas com os deslocamentos têm impactos diretos na qualidade de vida e na saúde das pessoas. Quem gasta tanto tempo no trânsito está mais propenso ao stress, tem menos tempo para a prática de atividade física, menos horas de descanso e menos tempo livre para estudos, atividades de lazer ou convívio com a família.

Para discutir mobilidade urbana em São Paulo é essencial que aumentar e modernizar a frota de ônibus, além de definir rotas que atendam as necessidades da população e não das empresas de ônibus.

  • Dia 22 de setembro é o Dia Mundial Sem Carro. Aproveite para caminhar pela cidade!

A sétima pesquisa sobre mobilidade urbana foi feita pela Rede Nossa SP e pelo Ibope. Foram entrevistadas 805 pessoas de todas as regiões da cidade entre 20 e 27 de agosto, com idades entre 16 e 55.