Habitação social para revitalizar o centro


O governador Geraldo Alckmin lançou nesta semana a PPP (parceria público-privada) da Habitação para construir 126 unidades habitacionais de interesse social no centro da capital.

O objetivo é melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores e revitalizar as áreas degradadas, devolvendo a beleza e a imponência de um dos lugares mais bonitos da nossa cidade.

Esse projeto, em parceria com a prefeitura, mostra a importância do governador Alckmin para a capital. Sem a ação decisiva do Estado, as habitações de interesse social estariam abandonadas pela prefeitura, que não consegue saber quais são as prioridades da cidade. A verdade é que o governador é, de fato, o segundo prefeito de São Paulo.

É pelas mãos dele que passam projetos de metrô, trens, segurança, hospitais, educação e habitação. E isso é ainda mais relevante e significativo porque sabemos que o governador tem um carinho especial

Habitação de interesse social é questão primordial para uma cidade cheia de problemas como São Paulo. É tão importante quanto oferecer serviços de saúde e educação de excelência. Ela resolve problemas crônicos de mobilidade urbana e eleva a qualidade de vida dos nossos trabalhadores.

Esse projeto destina-se a famílias que trabalham no Centro e atende diferentes faixas de renda. Idosos, policiais civis e militares, agentes penitenciários, pessoas com deficiência e servidores e empregados públicos terão cotas garantidas.

Para recuperarmos o centro da cidade, devemos reocupá-lo. Precisamos levar ao centro a vida agradável e serena de nossos bairros. Todo paulistano gostaria de poder trabalhar próximo de onde mora. Esse não pode ser um benefício de uma minoria. Deve ser acessível a todos os trabalhadores. Com a dedicação do governador Geraldo Alckmin e o programa Casa Paulista, esse sonho estará ao alcance de todos.

Artigo publicado no jornal Diário de S. Paulo em 06/09/2015.

Artigo-diario-0709