Integridade é o valor mais caro do político


O prefeito Fernando Haddad perde a confiança da população a cada dia, basta ver que ele está em queda livre na última pesquisa de intenções de voto para a Prefeitura de São Paulo.

E não é só porque ele administra a cidade fechando os olhos para as reais necessidades, como asfaltar ruas na periferia, iluminar vielas, dragar córregos, criar vagas em creches, melhorar postos de Saúde, limpar as ruas da cidade… Mas também por abandonar suas origens.

Haddad está afundando porque repudiou sua base e quem o ajudou a se eleger em 2012: a presidente Dilma Rousseff. Haddad agora critica Dilma porque escolheu abandonar sua formação, esquecer sua procedência, inventar adversários em seus aliados. Faz política de olho no marketing. Enfim, não mantém a integridade, a coerência e suas convicções. A população percebe esses movimentos em falso e os menospreza. Não adianta.

Por isso, mantenho minhas convicções desde que entrei para a vida pública. Prezo pela integridade como valor mais caro ao político. Sem ela, você se torna invisível e dispensável, torna-se mais um numa multidão sem rosto. A vida na política é complexa e não pode ser percorrida por atalhos. Todos que tentaram, se perderam pelo caminho e não deixaram legado. Foram esquecidos.

Para trilhar esse caminho, é preciso se espelhar em pessoas que também pautaram sua vida pública com seriedade, honradez, honestidade e competência: como é o caso do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do governador Geraldo Alckmin, do senador José Serra e do ex-governador Mario Covas, para citar apenas alguns ilustres exemplos. Fui ministro, secretário estadual e municipal, passei por todos os tipos de cargos da administração pública. Servi os melhores e agora sirvo o povo da minha cidade como o segundo vereador mais votado de São Paulo.

A vida pública não se faz com vaivéns, com trajetos tortuosos. Não é rejeitando quem trabalhou e suou a camisa pelo seu sucesso lá atrás que você vai conseguir alcançar voos mais altos. A população cobra caro de quem repudia o seu passado. Eu não me canso e luto todos os dias para deixar um legado positivo para a nossa cidade.

Artigo-diario-1011