Matarazzo comenta concessão de iluminação


Leia o discurso completo do vereador.

O SR. ANDREA MATARAZZO (PSDB) – (Pela ordem) – Sr. Presidente, Sras. e Srs. Vereadores, depois de um feriado de quatro dias, o Prefeito Haddad ressurgiu no seu gabinete com uma informação interessante. O Prefeito Haddad informou a todos, inclusive a esta Casa, que amanhã vai publicar o edital de concessão de iluminação pública no valor de dois bilhões de reais, pelo prazo de 20 anos.

Minha pergunta, Sras. e Srs. Vereadores, é a seguinte: se o projeto de concessão de exploração de garagens está nesta Casa para ser discutido; se o projeto de concessão de exploração de estacionamentos também está nesta Casa para ser discutido, como é que um projeto que prevê a substituição de 630 mil pontos de iluminação pública, um projeto de concessão pelo prazo de 20 anos, vai ter o edital colocado em praça pública sem ter sido discutido nesta Casa? Essa é a pergunta que faço, que também faz o nobre Vereador Aurélio Nomura. Percebi que o nobre Vereador José Police Neto também tem essa dúvida, assim como o Vereador Ari Friedenbach.

Parece-me que o Executivo ou está atrapalhando a si mesmo, mandando para cá dois projetos para serem discutidos, ou está passando por cima da Câmara ao deixar de remeter a esta Casa projeto de concessão de iluminação pública. É uma concessão no valor de dois bilhões de reais, para substituição de 630 mil pontos de iluminação da Cidade, pelo prazo de 20 anos, que o Sr. Prefeito anunciou que vai publicar amanhã, sem que isso tenha passado por esta Casa, o que é uma necessidade legal. Esse é um dos pontos. Fomos brindados com essa notícia.

Outra notícia interessante é a informação do Sr. Prefeito Fernando Haddad para o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência. O Sr. Prefeito informou que irá fazer, de agora até o final do governo, 1.000 quilômetros de calçadas. Ou seja, 300 quilômetros de calcadas novas e 700 quilômetros de reformas de calçadas já existentes. Minha pergunta: por que até hoje, quando já se foram dois anos de governo, o Sr. Prefeito não começou a mexer nas calçadas? Espero que S.Exa. se preocupe efetivamente em reformar calçadas, principalmente nas áreas onde não há calçadas. Temos visto as pessoas caminharem pelo meio-fio de avenidas, pela falta de calçadas. Espero, Sr. Presidente, que não seja uma promessa do Sr. Prefeito como tantas outras. Como o Arco do Futuro, ou aquela ideia de colocar, a cada 300 metros das ciclovias, um guarda municipal tomando conta da segurança. Imaginem, a cada 300 metros um GCM perfilado, para ciclovias vazias. Seria algo decorativo para a Cidade. Mas, obviamente, não aconteceu, foi mais uma das promessas vazias que o Sr. Prefeito fez.

Quando o Sr. Prefeito disse, em entrevista à Folha de S.Paulo, que a Oposição é medíocre ou pequena, S.Exa. esqueceu, quem sabe, de ler os seus próprios discursos ou ver suas promessas. Promessas vazias, que não acontecem e só comprometem os recursos públicos, ou seja, depois de dois anos e meio de Prefeitura, o Sr. Fernando Haddad resolveu falar de calçadas. Pode ser que tenha feito isso porque, provavelmente, no final de semana, ao levar o cachorro para passear no entorno de seu apartamento, tenha tropeçado em alguns dos milhares de buracos das calçadas destruídas e abandonadas da nossa cidade.

Interessante, também, a observação do Sr. Prefeito, de que ninguém trabalha como ele na Prefeitura. Nunca ninguém trabalhou como S.Exa. Interessante! Disse, publicamente, que encerra o expediente às 20h no Edifício Matarazzo. Não trabalha aos finais de semana, que dedica à família. E às segundas-feiras dá aula. Realmente, ninguém trabalhou tão pouco como S.Exa. na Prefeitura do Município de São Paulo.

Muito obrigado.