Matarazzo discursa sobre Operação Urbana Faria Lima


Entenda a posição do líder do PSDB na Câmara Municipal.

Sr. Presidente, como o nobre Gilson Barreto hoje está muito ansioso, quero falar sobre esse projeto. Esse Projeto de Lei 377 volta agora e deve ser ajustado, não só retirando toda a parte da segunda extensão que tinham feito com relação à Operação Urbana Água Espraiada, como também suprimindo um artigo que feria frontalmente as operações urbanas, que dizia da eliminação de duas obras: a transposição da Avenida Bandeirantes e o boulevard da Juscelino Kubitschek, que tinham sido discutidas em audiência pública, nesta Casa, e aprovadas por lei na Operação Urbana Faria Lima.

Por outro lado, insisto que, mesmo com emenda de minha autoria, do PSDB, que destina 33% dos recursos da Operação Urbana Faria Lima para a urbanização da Favela Panorama e da Favela Coliseu, mais 22% das novas emissões de Cepacs também para Habitação de Interesse Social, considero um absurdo a Operação Urbana Faria Lima não ser Podemos ver que essa gestão, além de não iniciar projetos novos, tem por hábito principalmente não concluir projetos em andamento, o que atrapalha, sem dúvida, o desenvolvimento da Cidade e demonstra total falta de planejamento.

A tentativa de inclusão da Operação Urbana Água Espraiada e da Operação Urbana Santo Amaro, ambas, na Operação Urbana Faria Lima, mostra o quanto o Governo é atrapalhado, no sentido que, antes de concluir as operações urbanas em andamento, resolver começar outras, com recursos da operação urbana anterior, algo jamais visto nesta Casa. De qualquer forma, é importante alertar os Srs. Vereadores: que se insista, então, na manutenção da emenda de nossa autoria, aprovada por todos os Srs. Vereadores, que assegura recursos da Operação Urbana Faria Lima à conclusão da urbanização da Favela Coliseu e da Favela Panorama.

Para não deixar essas obras de áreas degradadas, de pessoas que precisam, foi que destinamos e emendamos este projeto, assegurando a inclusão de investimentos em duas favelas que necessitam ter os seus projetos de urbanização concluídos, já que se encontram em situação.

Também aproveito para dizer da importância de se concluir e de se reiniciar o projeto de urbanização da Favela Paraisópolis, e a canalização do Córrego do Antonico, que cruza a favela por cima das ruas, por baixo das casas, deixando um cheiro insuportável na região e condições inabitáveis para os moradores de lá. Só quem visita Paraisópolis tem condições de saber o estado lamentável em que aquela favela se encontra, devido ao abandono da Prefeitura. Sugiro que ninguém se iluda com o que mostra a novela das sete com relação a Paraisópolis, pois, infelizmente, o Prefeito Fernando Haddad não ama Paraisópolis e abandonou as suas obras.

Para concluir, Sr. Presidente, é importante frisar mais uma vez que é fundamental a manutenção da emenda aprovada por esta Casa que assegura recursos da Operação Faria Lima para as favelas Coliseu e Panorama; e 22% dos novos Cepacs para investimento em obras de Habitação de Interesse Social ou obras de recomposição, revitalização de áreas de interesse social. Muito obrigado.