O povo não é bobo


Esta semana foi muito movimentada no Brasil. Os brasileiros decidiram ir às ruas para manifestar sua insatisfação com o governo federal.

Eu estava na Avenida Paulista, ao lado de um milhão de pessoas (apesar de o Instituto Datafolha dizer que tinha 210 mil) para lutar por um governo mais sério e transparente, que coloque o cidadão em primeiro lugar.

Foi uma manifestação bonita de se ver. Com pessoas engajadas e buscando a ordem. Sem baderneiros nem brigas. Quem estava ali sabia da importância de se manifestar, sabia que estava surgindo um novo movimento que pode transformar o Brasil em um país muito melhor.

No dia anterior a esta grande manifestação, fui surpreendido por uma atitude oportunista da senadora do PT Marta Suplicy. Por incrível que pareça, ela participou de um evento realizado pela Câmara Municipal em São Miguel Paulista para falar mal do PT. A excelentíssima senadora fez duras críticas à presidente Dilma e ao prefeito Fernando Haddad.

Será que a Marta esqueceu que foi ela quem introduziu o Haddad na vida pública? Será que ela já não se lembra mais que era ministra do governo Dilma até pouquíssimo tempo atrás? Ou será que ela acha que o brasileiro tem memória tão curta que não lembra de nada disso?

Eu duvido que algum dia alguém vai esquecer a ligação de Marta Suplicy com o PT. Infelizmente, sua atuação na prefeitura de São Paulo é inesquecível pelos piores motivos. E os paulistanos lotaram a Paulista para demonstrar sua insatisfação com o Partido dos Trabalhadores. O povo não é bobo!