O prefeito Haddad não me dá motivos para elogiar


Comecei esta semana decidido a comentar menos a desastrosa gestão de Fernando Haddad na prefeitura de São Paulo. Esta é a cidade que eu amo e quero ressaltar seus pontos positivos. Quero falar da vida cultural paulistana, de pontos turísticos da capital e de paisagens lindas que encontramos pela cidade.

Mas o prefeito Fernando Haddad não colabora comigo e nunca me dá motivos para elogiar a sua gestão. Só nesta semana ele maquiou os números da educação, a falta de poda de árvores causou mais uma vítima fatal e circulando pela cidade vi uma ciclovia mais absurda que a outra. Assim fica difícil!

Nessa quinta-feira acordei com a notícia que o prefeito tinha acabado com a falta de vagas em creches. Foi só começar a ler a reportagem para entender que o que ele fez foi nada mais que maquiar números. A prefeitura permitiu que crianças pequenas pulassem uma série para poder cair em uma classe onde são permitidos mais alunos. Ou seja, a solução oferecida pelo prefeito Haddad é misturar crianças pequenas e maiores, mesmo que as menores não estejam preparadas para as atividades oferecidas. Isso sem contar que com esse formato, o professor tem que dar conta de mais crianças que requerem muita atenção.

Fora isso, na quarta-feira tivemos a trágica notícia da morte de um homem em Santa Cecília em decorrência da queda de uma árvore. Meu projeto de lei que vai agilizar a poda e manutenção de árvores está na mesa do prefeito, só aguardando a sua sanção. Espero que ele sancione em breve para não termos mais que lidar com situações como estas.

E mais do que isso, espero ter notícias boas para comemorar nas próximas semanas.